Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/cronista/public_html/Connections/painel_config.php on line 10
 Cronistas

Rock and roll na veia!!!!


Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/cronista/public_html/index.php:5) in /home/cronista/public_html/pgs/contadorLeitores.func.php on line 23

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/cronista/public_html/index.php:5) in /home/cronista/public_html/pgs/contadorLeitores.func.php on line 23
    944

Meu primeiro smartphone, ou mais ou menos isso

31/05 d 2013 as 22:28

Não sei se é do conhecimento de todos, mas há bons anos que trabalho com tecnologia. Já passei por algumas empresas de pequeno, médio e grande porte e, há nove anos encontrei uma com a qual me identifiquei bastante. Mas não é minha ideia escrever aqui sobre frustrações e intentos da minha carreira, mas há alguns episódios que dariam bons textos e posso pensar em publicá-los no futuro. Quero abrir um debate um pouco mais amplo, escrever sobre tecnologia para as pessoas “normais”. Não que eu não seja normal, apesar de algumas pessoas dizerem o contrário, sou normal sim! Mas quero dizer aqueles que não estão 24 horas ligados ao que eu chamo de “o core” da tecnologia.


 


Não sei se vocês já notaram, tenho quase certeza que sim, mas este povo que trabalha com tecnologia gosta de ficar usando um monte de termos em inglês e siglas que mais parecem uma sopa de letrinhas, assim como os advogados gostam de usar umas quinze palavras rebuscadas para substituir um simples “de acordo”. Bom, no parágrafo anterior já usei uma destas palavras, core, que eu poderia ter traduzido como cerne, mas deixa assim mesmo, senão perco minha identidade tecnológica. rs


 


Bem, apesar de tudo, sou uma pessoa um tanto quanto conservadora quando se fala na adoção de avançados recursos tecnológicos para pessoas físicas. O que quero dizer com isto? Bom, digamos que meu primeiro smartphone comprei há uns seis meses. E olha que não é nenhum top de linha, nenhum iPhone 5, Galaxy SIII, Nokia Lumia, Motorola sei lá o que... Foi um Galaxy Y, ou o como gosto de chamar, o filho mais pobre da família Galaxy.


 


Na verdade, comprei este smartphone pois meu telefone anterior, um Nokia alguma coisa, funcionava menos que churrasqueira em casa de vegetariano. Já devia estar com uns 4 anos de idade, tela toda riscada, havia perdido a caneta para usar na touchscreen... A única coisa boa era que, quando comprei, vinha com uma assinatura grátis por um ano de um serviço de música, que eu podia baixar quantas quisesse durante o período, e quantas o cartãozinho de 8Gb aguentasse, então eu tinha um monte de músicas boas (Rock‘n’Roll na veia!). De uns tempos para cá, ou melhor, até uns seis meses atrás, perdia constantemente o sinal e eu, todo inocente, pensei que a solução seria trocar de aparelho ao invés de trocar de operadora. E lá fui eu à busca de algo interessante, porém de baixo custo.


 


Fiz uma extensa pesquisa pela Internet, li revisões e comparações sobre aparelhos que me chamaram atenção e decidi que compraria este tal de Galaxy Y, pois concluí era melhor que o primeiro(!) iPhone. Assim poderia esnobar as pessoas que tivessem a primeira versão do aparelho da Apple - Até agora não encontrei alguém, mas ainda tenho esperança de algum dia encontrar!


 


Comprar pela Internet dava um prazo de entrega de, no mínimo, três dias. Então resolvi ir a uma loja da operadora, assim já veria também para alterar a modalidade da minha linha de pré para pós paga (Sim, usava uma linha pré paga, pois morei um tempo fora do Brasil e não compensava ficar pagando caro pra mandar mensagens ou pagar ainda mais caro por utilizar roaming internacional - O que utilizei uma vez e uma conversa de menos de 10 minutos saiu quase R$30,00!). Ao entrar na loja, mesmo após pesquisar na internet, minha pergunta ao vendedor foi:


 


- Qual aparelho você tem por até R$300,00?


 


Sim, estava decidido por comprar algo barato. Se viesse de graça, melhor ainda. E foi aí que ele veio com a cruel pergunta:


 


- Você quer um telefone simples ou um smartphone? (Lógico que enfatizando a palavra “smartphone”)


 


E foi aí que não resisti ao apelo das grandes empresas de tecnologia e fui para a bancada com dezenas de opções de aparelhos inteligentes.


 


Como minha ideia era algo realmente simples, sem aquele monte de parafernalhas que me “obrigasse” a ter que contratar um plano de Internet 3G, fiquei entre o Galaxy Pocket e o Galaxy Y e, por ter a tela um pouco maior, optei por este último (Se arrependimento matasse... http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2013/05/galaxy-y-ou-galaxy-pocket-confira-o-comparativo-de-celular-da-semana.html).


 


Digamos que estou relativamente satisfeito com o aparelho pois, como tem uma memória bem limitada, ficar acessando Internet, Facebook, Twitter, Instragram e etc. toda hora não é uma boa, então atingi o objetivo de não precisar contratar aquela belezura de Internet 3G da TIM. Deixo pra usar estas coisas em casa, aproveitando um pouco dos 10Mbps que contrato da NET, mas tenho certeza que me entrega bem menos que isto e eu faço que acredito. E o principal motivo que me levou a comprar um smartphone, o problema de perder sinal constantemente, foi solucionado? Claro que não!

Comentários:

    Juvenal Cangussu Alves falou em: 03 DE JUNHO DE 2013 as 02:13

Há algum tempo, comecei a rabiscar algumas linhas, no desejo de, algum dia, me tornar um cronista.

Um dos meus primeiros textos foi justamente sobre o avanço da tecnologia.

O título é; INVENTANDO.

Hoje, tenho o orgulho de dizer que na minha minúscula cidade de cinco mil habitantes, sou, talvez, o único que tenho um blog de crônicas, juvenalves.blogspot.com, o único que possui um kindle e que na minha faixa de idade, em se tratando de internet, coloco todos os meus colegas de infância no bolço.

Um abraço a todos os cronistas do Brasil

Juvenal

Deixe seu comentário!

    Nome (obrigatório)
    E-mail (não será publicado) (obrigatório)
    Mensagem:

contato@cronistas.com.br

© 2011 cronistas.com.br - Todos os Direitos Reservados - É proibida a reprodução do conteúdo deste site sem prévia autorização

Desenvolvido por Dk3 Internet.